top of page

SCHUMACHER E HAMILTON SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS

Schumacher.jpg
Lewis_Hamilton_2016_Malaysia_2.jpg

DOIS GÊNIOS

Schumacher e Hamilton são dois dos melhores pilotos da história da F1, donos de talentos naturais acima da média, muita qualidade na pilotagem, rapidíssimos em treinos, bons em corridas, bons de chuva, são dois fora-de-série sem a menor dúvida.

 

Eles possuem semelhanças e algumas diferenças em suas carreiras, como por exemplo o mês de nascimento: Schumacher nasceu em 3 de Janeiro de 1969 e Hamilton nasceu em 7 de janeiro de 1985. Mas as coincidências não param por aí.

ESTREIA NA F1

Ambos começaram na F1 "metendo o pé na porta" de dois pilotos campeões do mundo: Schumacher deu trabalho a Piquet na Benetton em 1991 e Hamilton deu trabalho a Alonso na McLaren em 2007. 

Schumacher e Hamilton derrotaram Piquet e Alonso nos treinos, mas perderam nas chegadas na frente em corridas e ambos praticamente empataram com seus companheiros de equipe na pontuação.

Schumacher x Piquet em 1991:

Largadas 4 x 1

Chegadas 2 x 3

Pontos 4 x 4,5 (quase empate)

Hamilton x Alonso em 2007:

Largadas 10 x 7

Chegadas 7 x 10

Pontos 109 x 109 (empate)

PRIMEIRO TÍTULO

Há quem diga que Schumacher não merecia ganhar o título de 1994, por que a Benetton estava irregular e há quem diga Hamilton não merecia ganhar em 2008, por que ele foi beneficiado pela falcatrua da Renault no GP Singapura 2008.

Ambos ganharam seus primeiros títulos por apenas 1 ponto, disputando contra pilotos inferiores (D Hill e Massa), mas foram prejudicados por punições bastante contestáveis da FIA.

Em 1994, a Benetton estava irregular, mas a FIA não desclassificou o Alemão devido a pressão política de Flavio Briatore, em contrapartida a entidade puniu o alemão de forma extremamente rigorosa no GP Inglaterra 94, quando Schumacher passou Hill na volta de apresentação (lembrando que o Alemão fez o mesmo com Senna no Brasil 94 e não foi punido). A princípio deram STOP AND GO de cinco segundos, a equipe Benetton, para ganhar tempo, alegou não entender quando deveria aplicar a punição, depois a Direção da Prova deu bandeira preta e depois voltou atrás para STOP AND GO. Face toda a confusão, depois da corrida, Schumacher foi desclassificado, a FIA ainda lhe aplicou uma multa e uma suspensão de duas corridas (Itália e Portugal), tudo isso fez Damon Hill chegar na pontuação do Schumacher no final do ano. O Alemão foi campeão jogando o carro encima do Hill no GP Austrália 94.

Em 2008, houve o episódio do GP Singapura na qual, a equipe Renault forjou o acidente do 2o piloto, para que Alonso ganhasse a corrida. Depois a FIA aplicou uma punição bastante contestável e injusta ao Hamilton no Japão 2008, pois ele tomou uma batida do Massa, mas deram punição aos dois pilotos. Lembrando que na Bélgica ele já tinha levado uma punição contestável e com toda essa interferência da FIA, Felipe Massa chegou na pontuação do Hamilton no final do ano e quase ficou com o caneco. Hamilton foi campeão passando Glock na última curva da última volta do GP Brasil 2008.

Foram títulos polêmicos, que eles suaram para ganhar, mas essa coincidência na carreira deles deve ser lembrada.

CARROS COMPETITIVOS

Schumacher teve 10 carros em condições de disputar campeonato e ganhou 7 deles, foram eles: 1994, 1995, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2006. Sendo que o Alemão ganhou 5 títulos seguidos.

OBS: Em 1997 Schumacher disputou o título até a última corrida do ano, muito mais pelo seu enorme talento e pelos erros e problemas de Villeneuve e Frentzen do que a qualidade do carro da Ferrari. Nessa temporada o carro da Williams era muito melhor que qualquer carro do grid.

Hamilton também teve 10 carros em condições de disputar campeonato e ganhou 7, foram eles: 2007, 2008, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021.

OBS: Em 2012 a McLaren foi bem em várias corridas e poderia ter rivalizado com a Red Bull, mas a sua falta de confiabilidade tirou todas as possibilidades do Hamilton disputar o título, o inglês teve 3 quebras em corridas que liderava.

Não é por acaso que até a edição desse texto (em 2023) ele são os maiores vencedores da história da F1.

ADVERSÁRIOS DEPOIS DO SÉTIMO TÍTULO

Depois do 7o título, tanto Schumacher quanto Hamilton pegaram adversários duríssimos e não conseguiram o OCTA CAMPEONATO devido a essa concorrência. Schumacher pegou Alonso em 2006 e perdeu na última corrida da temporada, enquanto Hamilton pegou Verstappen em 2021, e perdeu na última volta da última corrida do ano.

ESTILO DE CARRO (DIFERENÇA)

Schumacher já disse para quem quisesse ouvir que não consegue guiar um carro dianteiro (subesterçante), mas é excepcional em carros traseiros (sobresterçante) ou neutros. 

Hamilton consegue guiar bem todos os carros: dianteiros, neutros ou traseiros, nisso é diferente do Schumacher.

TRABALHO DENTRO DA EQUIPE (DIFERENÇA)

Em termos de trabalho com a equipe, Schumacher sempre foi muito testador, sempre preocupado em desenvolver e melhorar o carro, ele conversava muito com os engenheiros. Mesmo não sendo um exímio acertador de carro (como um Piquet ou um Prost ou um Lauda), ele trabalhava duro e quando não conseguia achar o acerto ideal, o alemão adotava os acertos dos seus companheiros de equipe. Barrichello já teve seus acertos utilizados por ele algumas vezes, isso já foi abertamente divulgado por Ross Brawn. "Barrichello é um piloto menosprezado pela crítica, mas tem muito valor para a equipe, várias vezes Schumacher adota o acerto do Barrichello." Ross Brawn, Revista Racing Fevereiro de 2004.

Independente disso, Schumacher tem que ser reconhecido por ser o responsável pela reestruturação da Ferrari na virada de 1996 para 1997. Ele percebeu que a equipe italiana estava desorganizada e pediu a contratação dos Engenheiros da Benetton, Ross Brawn e Rory Byrne. De 1997 em diante a Ferrari foi melhorando seu carro ano a ano, até chegar o momento que Rubens Barrichello, que já era considerado ótimo acertador de carros na F1, foi contratado em 2000 para ajudar a Ferrari no "set up" do carro, haja vista que Eddie Irvine não era tão bom acertador e Schumacher tinha que se virar sozinho. Isso culminou nos 5 títulos do Alemão (2000 a 2004).

Já Hamilton tem histórico de confiar muito no seu "talento natural", não gosta muito de usar o simulador e às vezes relaxa no que diz respeito ao trabalho com o carro. Isso aconteceu em 2011, quando não se adaptou aos novos pneus Pirelli e por isso que nesse ano Button se saiu melhor que ele. Isso aconteceu de novo na virada de 2015 para 2016, quando aconteceu o "crescimento" de Rosberg dentro da Mercedes e por isso Nico liderou a equipe no trabalho com o carro. Na época Hamilton era visto em diversas festas (isso foi confirmado por Mariana Becker no GP Bahrein 2016 e Toto Wolf chegou a ser questionado sobre isso), enquanto seu companheiro de equipe focou em trabalhar com os engenheiros da Mercedes na fábrica durante as férias.

Nico Rosberg era um piloto muito inteligente, não por acaso derrotou Schumacher de 2010 a 2012 e Hamilton em 2016. Há uma possibilidade muito grande do Rosberg ter escolhido acertos que não se adaptavam ao estilo de pilotar do Hamilton. O inglês ainda teve azares em algumas corridas, quando o Lewis "abriu o olho" já era tarde, Rosberg tinha gordura na pontuação, podia chegar em 2o em todas as corridas para ser o campeão de 2016.

Nesse aspecto Schumacher e Hamilton são bem diferentes.

COMPANHEIROS DE EQUIPE (DIFERENÇA)

Depois de 1993, Schumacher escolheu seus companheiros de equipe, sempre preferindo pilotos menos talentosos e vetou  Senna na Benetton até Villeneuve e Montoya na Ferrari. Fora isso sempre usou sua condição de 1o piloto para que seus companheiros de equipe não acessassem a sua telemetria. Isso foi dito pelo Johnny Herbert (Anuário F1 Francisco Santos 2003 pg 22), Barrichello e Massa também já confirmaram mais ou menos isso em algumas entrevistas.

Fora Piquet e Patrese, todos os companheiros de equipe de Schumacher jamais tinham ganho uma só corrida antes de dividir a equipe com Schumacher. Herbert, Irvine, Barrichello, Massa e Rosberg ganharam suas respectivas primeiras corridas na equipe com o Alemão, ou seja, eles eram pilotos ainda em fase de crescimento na carreira.

Hamilton teve o caso do veto a Nico Rosberg feito por seu pai Anthony Hamilton na McLaren em 2010, talvez já prevendo que essa parceria não daria certo, como de fato não deu na Mercedes em 2016. Mas até onde se sabe, a sua telemetria nunca foi negada a seus companheiros de equipe, e hoje o regulamento nem permite mais fazer isso.

Fora Kovalainen e Russell, todos os companheiros de equipe do Hamilton eram pilotos estabelecidos na carreira. Alonso, Button, Rosberg (dois campeões e um futuro campeão do mundo) já tinham vencido corridas na F1, antes de dividir a equipe com Hamilton. Além de pegar companheiros de equipe mais talentosos, Hamilton pegou a maioria deles no auge da carreira, por esse motivo, o inglês teve proporcionalmente bem mais trabalho que Schumacher com seus companheiros de equipe.

ATITUDES DESLEAIS (DIFERENÇA)

Temos que ser justos, não tem ninguém bobo na F1. A maioria dos pilotos de ponta já fez alguma sujeira na F1, isso é fato comprovado. A história prova que Senna, Prost, Piquet, Mansell, Schumacher, Alonso, Rosberg, Hamilton, Vettel, Verstappen já deram uma de DICK VIGARISTA alguma vez na carreira.

Mas em termos de quantidade de vigarices (ou atitudes desleais) e de vítimas diferentes, Schumacher vence de todos eles.

Hill (Austrália 1994),

Todos na pista (Mônaco 1996, fez a pole e andou devagar de propósito na pista),

Villeneuve (Europa 1997),

Frentzen (Canadá 1998),

Irvine (Japão 1999, largou de mal de propósito para seu companheiro não ser campeão), 

Barrichello (San Marino 2002 exigiu o carro do Rubinho para correr, enquanto o brasileiro ficou com o 3o carro),

Montoya (Malásia 2002, Brasil 2002 e San Marino 2004),

Alonso (Inglaterra 2003),

Heidfeld (Austrália 2005 e Singapura 2010),

Barrichello (EUA 2005 e Hungria 2010),

Todos os pilotos (Qualifying de Mônaco 2006, obstruiu a pista de propósito),

Massa e Kubica (Canadá 2010), 

Webber (Japão 2011),

Button (EUA 2012).

Mesmo no seu retorno na F1 em 2010, sem carro para disputar título, ele continuou fazer manobras não muito leais com qualquer piloto que tentasse lhe ultrapassar.

Hamilton também já fez manobras não muito corretas na sua carreira como: acelerar e frear bruscamente o carro antes das relargadas das corridas (Japão 2007 e Azerbaijão 2017, essas manobras causaram acidentes no pelotão de trás), simulou ter sido ultrapassado pelo Trulli em bandeira amarela (Austrália 2009), empurrou Russell para fora no Japão 2023. Mas essas atitudes não são frequentes na carreira do inglês. Nesse aspecto Hamilton fez bem menos SUJEIRAS que o Schumacher.

bottom of page