top of page

CAMPEÕES SEM TER O MELHOR CARRO

Todos os campeões ganharam títulos com bons carros em mãos, isso é indiscutível. Mas existe um seleto grupo pilotos que foram campeões em bons carros, mas que não eram necessariamente os melhores de suas temporadas. Isso contraria aqueles que inadvertidamente generalizam: "Se foi campeão, é por que teve o melhor carro."

1) Fangio em 1951:

O que nos leva a pensar que a Ferrari tinha o melhor carro nessa temporada, é o fato do campeão do ano anterior pela Alfa Romeo, Giuseppe Farina, ter ficado em 4o lugar no campeonato com 19 pontos, atrás de Alberto Ascari (25 pontos) e Froilan Gonzalez (24 pontos), ambos pilotos da Ferrari. A equipe Ferrari queria acabar com o domínio da Alfa Romeo e veio muito forte para essa temporada, se aproveitando que a Alfa Romeo tinha anunciado sua retirada da F1. Fangio foi campeão, já mostrando nessa época que era gênio, mas tudo leva a crer que a Alfa Romeo estava um pouco inferior ao carro da Ferrari e o domínio esmagador da equipe de Maranello em 1952 e 1953 comprovaria isso.

Fangio (Alfa Romeo) 31 x 25 Ascari (Ferrari)

Comparação corrida a corrida: Ferrari 3 x 2 Alfa Romeo

Fangio.png

2) Fittipaldi em 1974:

Em 1974, a McLaren começou bem o ano, depois a Ferrari melhorou seu carro, e a McLaren teve que fazer modificações nas tomadas de ar, nas trombetas de admissão e na suspensão traseira (Fonte Anuário Motores 74 pg 12 e 48) para se aproximar da velocidade da Ferrari. Tudo indica que a equipe italiana foi o melhor carro da temporada, com 10 poles, 3 dobradinhas de largada e 2 dobradinhas de chegada, enquanto a McLaren fez 2 poles e NENHUMA dobradinha de largada ou de chegada. Os problemas e os erros de Niki Lauda fê-lo perder 20 pontos (acidentes evitáveis na Alemanha e no Canadá e o furo de pneu na Inglaterra), senão o austríaco poderia ter sido o campeão. Então a disputa ficou entre o bom piloto Clay Regazzoni e Emerson Fittipaldi, que fez uma temporada muito regular e consistente, sendo o primeiro campeão pela equipe neozelandesa.

Fittipaldi (McLaren) 55 x 52 Regazzoni (Ferrari)

Comparação corrida a corrida: Ferrari 8 x 6 McLaren

Emerson_Fittipaldi.jpg

3) Piquet em 1981:

Em 1981 a Brabham tinha um bom carro com suspensão pneumática, mas no geral da temporada a Williams, que dominava o EFEITO SOLO na época, projetada por Patrick Head era um pouco superior a Brabham. A evidência disso é os pilotos da Williams: Reutemann (49 pontos) e Jones (46 pontos), que eram menos talentosos que o brasileiro, ficaram com quase o mesmo número de pontos de Piquet (50 pontos). O argentino foi nitidamente "preterido" dentro da equipe Williams no final do ano, se não fosse por isso Reutemann poderia ter sido o campeão dessa temporada. Nelson cometeu alguns erros no começo do ano, mas depois dosou seu ímpeto, e mesclou velocidade, técnica e inteligência para ser campeão.

Piquet (Brabham) 50 x 49 Reutemann (Williams)

Comparação corrida a corrida: Williams 7 x 5 Brabham

OBS: Em 1983, considero que houve empate técnico entre Brabham, Renault e Ferrari. Depois que a Brabham trouxe o "combustível de foguete" e uma nova turbina, ela atropelou Renault e Ferrari no final do ano, por isso considero que foi equilibrado entre elas.

Nelson_Piquet.jpg

4) Rosberg em 1982:

A temporada de 1982 foi muito equilibrada e a Ferrari foi o melhor carro do ano pela sua confiabilidade frente os demais carros. Mas os acidentes de Villeneuve e Pironi ceifaram as chances da equipe italiana ganhar o título de pilotos. Alain Prost liderou o campeonato, tinha chances de título, mas teve 7 quebras. Então Keke Rosberg, com Williams com motor Ford Cosworth aspirado, foi o melhor do resto e foi campeão com baixo número de pontos vencendo apenas UMA corrida da temporada no GP Suíça 1982 (realizado na França). Foi um golpe de sorte do finlandês, mas não podemos deixar de incluí-lo nessa lista.

Rosberg (Williams) 44 x 39 Pironi (Ferrari)

Comparação corrida a corrida: Ferrari 9 x 7 Williams

Keke_Rosberg,_Zandvoort,_03-07-1982.jpg

5) Prost em 1986:

Se alguém ainda duvida do talento do francês Alain Prost, sugiro rever a temporada de 1986. Disputando contra os 4 melhores pilotos da F1 naquele momento: Piquet, Mansell, Senna e Rosberg e tendo em mãos o segundo melhor carro da F1, Prost destruiu seu companheiro de equipe Keke Rosberg (que tinha vencido Mansell dentro da Williams no ano anterior) e foi campeão na última corrida do ano, numa disputa espetacular contra Mansell e Piquet na Williams Honda, que foi de longe o melhor carro desse ano.

Prost (McLaren) 72 x 70 Mansell (Williams)

Comparação corrida a corrida: Williams 6 x 3 McLaren

Prost XX.jpg

6) Senna em 1991:

Senna e a McLaren foram campeões de 1991, mas em condições normais a equipe Williams teria vencido o Mundial de Construtores. Os erros de Mansell (Canadá) e do mecânico no pit stop (Portugal) fizeram Mansell perder 2 vitórias fáceis e 19 pontos, com isso a Williams perdeu pontos que lhe dariam o título construtores. A Williams nitidamente era mais rápida que a McLaren em ritmo corrida, pelo fato da Williams desgastar menos os pneus e poder andar num ritmo melhor. É verdade que a Williams teve quebras que prejudicaram sua performance, mas a McLaren também teve problemas no meio do ano como: câmbio, motor e elétrico, inclusive duas panes secas que a fizeram perder muitos pontos, ou seja, ambos os carros foram bem similares em termos de confiabilidade. A diferença de pontos entre Senna e Mansell não representa a batalha que foi essa temporada e o domínio esmagador da Williams em 92 e 93 comprovaria que já em 91 eles estavam fortíssimos.

Senna (McLaren) 96 x 72 Mansell (Williams)

Comparação corrida a corrida: Williams 9 x 6 McLaren

Ayrton_Senna.jpg

7) Schumacher em 1995:

Schumacher pulverizou com a concorrência em 1995, ajudado pelo show de erros de Hill e Coulthard (foram 9 abandonos por erro de pilotagem dos dois pilotos, só Hill perdeu cerca de 28 pontos, fora os pontos que Schumacher ganhou com esses erros). Alguém pode pensar que a Benetton foi o melhor carro porque foi campeã de construtores e Herbert ganhou na Inglaterra e na Itália, mas é bom explicar que Herbert só venceu devido os abandonos de Schumacher e Hill e os problemas de Coulthard, Alesi e Berger, ou seja, venceu no azar dos outros pilotos. Claramente o melhor carro do ano foi a Williams que fez 12 poles e 17 pódios, enquanto a Benetton fez 4 poles e 15 pódios. Na verdade Hill e Coulthard ainda estavam evoluindo como pilotos em 1995, e mesmo no auge, eles nunca chegaram próximo ao talento do Schumacher.

Schumacher (Benetton) 102 x 69 Hill (Williams)

Comparação corrida a corrida: Williams 8 x 5 Benetton

OBS: Em 1994, a Benetton começou o ano melhor, mas depois com as melhorias do carro, a Williams encerrou melhor o ano, por isso considero empate entre Benetton e Williams.

Schumacher.jpg

8) Hamilton em 2018:

Quem analisa somente o Mundial de Pilotos e Construtores, pensa que a Mercedes foi o melhor carro de 2018, mas não foi bem assim... Foi uma temporada equilibrada, a Ferrari estava melhor em algumas corridas (ajudada pela potência do motor), Mercedes estava melhor noutras, mas no geral da temporada, analisando corrida a corrida, a Ferrari foi ligeiramente superior. Contudo, o festival de erros do Vettel (Azerbaijão, França, Alemanha, Itália, Japão, EUA e Brasil), fê-lo perder cerca de 76 pontos, fora os 24 pontos que Hamilton ganhou com esses erros, isso custou ao Alemão a chance de disputar o título e gerou a falsa impressão que a Mercedes estivera melhor. Hamilton fez uma temporada soberba, mostrou evolução como piloto, foi muito consistente e regular, escrevendo seu nome definitivamente como um dos melhores da história da F1. Se ainda houver dúvidas, basta ver que o Bottas, companheiro de Hamilton, ficou em 5o lugar do campeonato, atrás de Vettel, Raikkonen e de Verstappen, fazendo seu pior ano na Mercedes.

Hamilton (Mercedes) 408 x 320 Vettel (Ferrari)

Comparação corrida a corrida: Ferrari 8 x 6 Mercedes

OBS: Em 2008, a McLaren de Hamilton também não foi o melhor carro, pois a Ferrari estava ligeiramente melhor, mas as quebras e os problemas de Kimi e Massa, fizeram equilibrar a briga no campeonato entre eles. Por isso não coloquei nessa lista.

Lewis_Hamilton_2016_Malaysia_2.jpg
bottom of page